15/07/2020 às 21h20min - Atualizada em 15/07/2020 às 21h20min

Certas regiões do país continuam com taxas controladas de COVID-19 ainda que a população esteja na rua

Exemplos disso são as cidades do Nordeste

BR123

Quando o isolamento social foi sendo flexibilizado em grande parte do país, muitas pessoas tinham a certeza de que aquilo representaria um crescimento absurdo na quantidade de óbitos e de casos de coronavírus. De fato, isso aconteceu em alguns lugares, como no Distrito Federal e em Belo Horizonte, mas há municípios que estão indo contra essa maré.

Em especial, pode-se mencionar grande parte da região Nordeste, onde a flexibilização está acontecendo, há diversas empresas funcionando, comércios abertos e, mesmo assim, a taxa de retransmissão de coronavírus segue estável.

A região Norte também conta com cidades com baixo nível de mortes, mesmo que as atividades econômicas estejam ganhando fôlego novamente. Talvez um dos municípios que ilustrem melhor isso seja Boa Vista, capital do Estado de Roraima.

Esse tipo de cenário mostra que, mesmo que o isolamento social seja uma arma que o mundo inteiro tenha usado em algum momento, ele não tem eficiência sozinho.

Cidadãos têm compreendido a letalidade da doença

 

De acordo com o site VivaBem, que entrou em contato com alguns especialistas, o que acontece é que a população finalmente está compreendendo como a COVID-19 pode levar à morte, inclusive em casos nos quais o paciente pareça estar evoluindo muito bem.

Essa maior compreensão pode estar fazendo com que a população que está nas ruas tome precauções, em especial o uso da máscara sempre. O revezamento para ocupar lojas e demais estabelecimentos, assim como a adoção de distanciamento dentro das empresas, pode ser outro fator que faz com que a flexibilização esteja alcançando bons resultados.

Já no Sudeste, o maior exemplo é São Paulo, com uma grande queda na taxa de retransmissão e a evolução de praticamente todos os municípios no Plano SP, refletindo a baixa no número de mortes e de internações.

Carnaval baiano sob risco de cancelamento

A maior conscientização a respeito da letalidade da doença fez até com que Rui Costa, governador da Bahia, avisasse que o próximo carnaval está sob risco.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

243642

views

672939

A pandemia de covid-19 colocou o mundo diante de um dilema: com o número de casos explodindo e um estoque limitado de doses de vacinas, quem deve ser imunizado primeiro?

36.6%
63.4%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp