13/07/2020 às 09h16min - Atualizada em 13/07/2020 às 09h16min

Minas Gerais tem Até o momento regitrou 75.851 casos confirmados de CODI-19

Até o momento foram 75.851 casos confirmados*. Estão em acompanhamento** 24.506 casos e são 49.769 casos recuperados***. Estão confirmados 1.576 óbitos. São 8.583 casos de internação hospitalar na rede pública e privada e a letalidade da doença é de 2,1%.
Até o momento foram 75.851 casos confirmados*. Estão em acompanhamento** 24.506 casos e são 49.769 casos recuperados***. Estão confirmados 1.576 óbitos. São 8.583 casos de internação hospitalar na rede pública, privada e a letalidade da doença é de 2,1%.
 
O elevado número de casos notificados nas últimas 24h deve-se à modificação na metodologia de coleta de dados, o que permitiu atualizar a situação epidemiológica dos municípios com o total de casos acumulados. Ressalta-se, portanto, que o número apresentado não retrata a ocorrência de casos nas últimas 24h, mas a atualização dos dados até então não informados pelos municípios.
 
*Total de casos confirmados: soma dos casos confirmados, que não evoluíram para óbito e dos óbitos confirmados por covid-19.
 
**Casos em acompanhamento: casos confirmados de covid-19, que não evoluíram para óbito, cuja condição clínica permanece sendo acompanhada ou aguarda atualização pelos municípios.
 
***Casos recuperados: casos confirmados de covid-19 que receberam alta hospitalar e/ou cumpriram isolamento domiciliar de 14 dias sem intercorrências.
 
Óbitos confirmados: óbitos confirmados para covid-19.
 
Dos óbitos notificados (N=3.107): 1.576 foram confirmados, 160 encontram-se em investigação e 1.371 foram descartados para covid-19.
 
Sobre casos suspeitos: conforme nova definição de caso preconizada pelo Ministério da Saúde e Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais - SES, os casos anteriormente definidos como “suspeitos” passam a ser registrados nos sistemas oficiais de notificação como Síndrome Gripal Inespecífica, por não preencherem, em sua integralidade, critério para investigação laboratorial. Esses casos permanecerão sob acompanhamento das vigilâncias epidemiológicas estadual e municipal, mas deixam de ser tratados como casos suspeitos de covid-19 e passam a ser tratados como síndromes respiratórias de interesse à saúde.
 
Dados parciais, sujeitos a alterações. Atualizado em 12/7/2020. Fonte: COES MINAS/COVID-19/SES-MG.
 
Clique aqui e acesse o Quadro Resumo – óbitos covid-19 / MG.
 
Considerando que o Ministério da Saúde classificou todo o país como transmissão comunitária, além da necessidade de qualificar as informações sobre a circulação do Coronavírus em Minas Gerais, desde 23/3/2020, o Boletim Informativo Diário Covid-19 publica o detalhamento apenas dos casos confirmados.
 
Acesse o informe detalhado clicando aqui.
 
Por Jornalismo SES-MG
O elevado número de casos notificados nas últimas 24h deve-se à modificação na metodologia de coleta de dados, o que permitiu atualizar a situação epidemiológica dos municípios com o total de casos acumulados. Ressalta-se, portanto, que o número apresentado não retrata a ocorrência de casos nas últimas 24h, mas a atualização dos dados até então não informados pelos municípios.
 
*Total de casos confirmados: soma dos casos confirmados, que não evoluíram para óbito e dos óbitos confirmados por covid-19.
 
**Casos em acompanhamento: casos confirmados de covid-19, que não evoluíram para óbito, cuja condição clínica permanece sendo acompanhada ou aguarda atualização pelos municípios.
 
***Casos recuperados: casos confirmados de covid-19 que receberam alta hospitalar e/ou cumpriram isolamento domiciliar de 14 dias sem intercorrências.
 
Óbitos confirmados: óbitos confirmados para covid-19.
 
Dos óbitos notificados (N=3.107): 1.576 foram confirmados, 160 encontram-se em investigação e 1.371 foram descartados para covid-19.
 
Sobre casos suspeitos: conforme nova definição de caso preconizada pelo Ministério da Saúde e Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais - SES, os casos anteriormente definidos como “suspeitos” passam a ser registrados nos sistemas oficiais de notificação como Síndrome Gripal Inespecífica, por não preencherem, em sua integralidade, critério para investigação laboratorial. Esses casos permanecerão sob acompanhamento das vigilâncias epidemiológicas estadual e municipal, mas deixam de ser tratados como casos suspeitos de covid-19 e passam a ser tratados como síndromes respiratórias de interesse à saúde.
 
Por Jornalismo SES-MG

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

245321

views

677083

A pandemia de covid-19 colocou o mundo diante de um dilema: com o número de casos explodindo e um estoque limitado de doses de vacinas, quem deve ser imunizado primeiro?

36.6%
63.4%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp