29/05/2020 às 05h02min - Atualizada em 29/05/2020 às 05h02min

Fla e Flu entregam estudos em processo para licitação do Maracanã

Como explicaram os clubes, os documentos fazem parte do Procedimento de Manifestação de Interesse do Maracanã.

FOLHA


Administradores do Maracanã desde abril de 2019, Flamengo e Fluminense querem seguir à frente da gestão do estádio e demonstraram isso ao protocolarem um estudo técnico sobre a operação do local na Casa Civil do governo do Estado do Rio de Janeiro. Como explicaram os clubes, os documentos fazem parte do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) do Maracanã.


"Os estudos técnicos, no âmbito do procedimento de manifestação de interesse (nº 002/2019), foram protocolados na Casa Civil, na última quarta-feira (27), prazo final de entrega. Os documentos para a participação no processo do PMI do Maracanã, relativo ao projeto de operação e gestão do Complexo Maracanã, foram produzidos pelo Clube de Regatas do Flamengo e pelo Fluminense Football Club, que já administram o estádio desde abril de 2019", comunicaram os clubes.

Esse processo foi aberto pela gestão estadual em busca de estudos de viabilidade antes da apresentação do projeto de licitação do estádio, para sua operação e gestão. Ainda não há uma data definida, mas o plano é que a concessão para administração do estádio seja válida por 35 anos.

Flamengo e Fluminense administram o Maracanã através de uma Permissão Onerosa de Uso de Bem Público, em contrato que foi prorrogado até novembro pelo governo do Estado no início de maio.

Desde abril de 2019, os clubes possuem uma empresa conjunta para gerir o estádio, com cobrança de aluguel por jogo realizado, pagamento dos custos de manutenção e repasses mensais ao governo estadual. Neste ano, está prevista a realização da final da Copa Libertadores no estádio, inicialmente agendada para 21 de novembro.

Sem receber eventos em função das medidas de isolamento social, o complexo do Maracanã tem sido usado para ajudar no combate ao coronavírus. No estádio de atletismo, o Célio de Barros, foi montada um estrutura com centenas de leitos.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

total_visits

views

total_views

A pandemia de covid-19 colocou o mundo diante de um dilema: com o número de casos explodindo e um estoque limitado de doses de vacinas, quem deve ser imunizado primeiro?

36.7%
63.3%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp