23/09/2021 às 09h44min - Atualizada em 23/09/2021 às 09h44min

Ouro Branco: Baile funk na Mariza termina com pancadaria generalizada

A pancadaria aconteceu na madrugada de sábado dia (18) e segundo informações começou no interior de um bar que promovia um baile ‘funk’ no local.

REDAÇÃO
J15MNEWS
Imagens gravados por um celular, flagraram uma briga generalizada entre jovens e seguranças de um estabelecimento comercial, localizado na Avenida Mariza de Sousa Mendes. A pancadaria aconteceu na madrugada de sábado dia (18) e segundo informações começou no interior de um bar que promovia um baile ‘funk’ no local.

De acordo com fontes, um jovem teria começado a briga no bar e após ser contido pela equipe de seguranças e retirado do local o rapaz passou trocar socos com um dos seguranças momento em que, houve envolvimento generalizado de pessoas. Veja as imagens:






A polícia militar foi chamada sendo preciso intervir para dispersar a multidão, houve a identificação das pessoas envolvidas e acionado o Samu para socorro de um dos implicados na briga. O rapaz ferido não aceitou atendimento médico no local.

Mais tarde o rapaz ferido deu entrada no hospital Raimundo Campos onde verificou que, o mesmo havia sofrido um traumatismo craniano. Segundo informações ele foi transferido para o hospital Bom Jesus, na cidade de Congonhas.

Os bailes ‘funks’ realizado nas mediações da Avenida Mariza, tem atraído caravanas das cidades vizinhas, segundo fontes, o público estimado em torno do estabelecimento envolvido no fato era de quase 800 pessoas. 

O rapaz envolvido na briga é morador da cidade de Congonhas, segundo informações obtidas pela nossa redação o mesmo tem várias passagens pela polícias,  entre elas os crimes de, posse de arma de fogo, lesão corporal, furto, ameaça, violência doméstica, desobediência e desacato. 

Fiscalização 

Em nota enviada para a reportagem do J15M, a Polícia Militar, alegou que como o evento é de cunho particular, a corporação não tem competência para fazer a segurança interna do estabelecimento, isso cabe ao organizador do evento. Ficando a PM a responsabilidade de fazer a segurança externa. 

Confira a Nota na Integra. 

O evento era na casa de ‘show’ de cunho particular. Responsabilidade dos organizadores. Não temos competência para fiscalizar o interior do estabelecimento, principalmente quanto às restrições do protocolo sanitário impostas pela Pandemia. Havia seguranças na parte interna... sem saber precisar o quantitativo. Nosso policiamento é executado externamente. Houve uma contenda  que começou no interior do estabelecimento.  Certamente foram contidos pelos seguranças. Quando continuaram na parte externa apoiamos fazendo cessar o tumulto. O responsável  tem autorização para fazer o evento. Sabemos dos eventos que acontecem naquele  local, mas não cabe a PM fazer segurança particular.

Já a Prefeitura Municipal de Ouro Branco, alegou que de acordo com a regras do minas consciente, a fiscalização interditou anteriormente  o local onde ocorreu o evento pelos mesmos motivos , na ocasião proprietário assinou um termo de ajustamento de condutam (TAC), se comprometendo a cumprir os protocolos estabelecidos pelo governo do estado, por esse motivo, foram liberados novamente a realização de eventos no local. 

Por telefone o procurador do município Alex Alvarenga disse para nossa redação que, diante  das novas cenas de aglomeração uma nova fiscalização será realizada com a possibilidade de interdição definitiva do estabelecimento.

O proprietário do  estabelecimento  ainda não se manifestou sobre os fatos. e deve apresentar sua defesa aos órgãos fiscalizador do  poder executivo municipal nas próximas horas.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

222427

views

615797

A pandemia de covid-19 colocou o mundo diante de um dilema: com o número de casos explodindo e um estoque limitado de doses de vacinas, quem deve ser imunizado primeiro?

36.7%
63.3%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp