13/08/2021 às 06h14min - Atualizada em 13/08/2021 às 06h14min

Cuidado com anúncios na internet que prometem regularizar o CPF

Receita Federal alerta para sites que cobram altas taxas para regularização do cadastro e muitas vezes não cumprem o prometido

REDAÇÃO
RECEITA FEDERAL

vítimas  de um esquema feito através de anúncios publicados em sistemas de busca na ‘internet’.  Ao pesquisar pelo termo “regularizar CPF”, os primeiros resultados da página costumam ser anúncios de empresas que, muitas vezes, não são confiáveis. Essas empresas prometem regularizar a situação do CPF do requerente em troca do pagamento de uma taxa. Porém, em alguns casos, além de não realizarem o serviço solicitado, apropriam-se indevidamente dos dados do solicitante.  

Após preencher os dados pessoais, a pessoa é orientada a pagar um boleto ou a realizar uma transferência, algumas vezes, de altos valores. Algumas das páginas ainda prometem resposta de contadores “com acesso ao sistema da Receita”.  

A Receita Federal esclarece que a regularização do CPF é gratuita quando realizada pelo site oficial da Instituição ou em seus canais de atendimento. 

O cidadão também tem a opção de contratar profissionais da área contábil para auxiliar no processo. Porém, é recomendável verificar a reputação do profissional, principalmente quando o serviço é contratado de maneira totalmente virtual, pela internet. A Receita Federal já denunciou os anúncios fraudulentos e alertou as autoridades competentes e recomenda que as vítimas do esquema também denunciem.  

Como regularizar o CPF  

Para evitar ser enganado, a recomendação é que o contribuinte acesse sempre a página da Receita Federal para buscar as informações: www.gov.br/receitafederal. 

Para regularizar o CPF, basta entrar no site oficial da Receita Federal e selecionar a opção “Meu CPF”. Lá o cidadão irá encontrar orientações de como corrigir a situação cadastral do CPF de acordo com a irregularidade encontrada no sistema. O problema pode ser inconsistência nos dados cadastrais ou até mesmo falta de entrega de Declaração do Imposto de Renda. 

Com informações da Asssessoria de Imprensa da Receita Federal.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

231567

views

640973

A pandemia de covid-19 colocou o mundo diante de um dilema: com o número de casos explodindo e um estoque limitado de doses de vacinas, quem deve ser imunizado primeiro?

36.6%
63.4%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp