17/06/2021 às 07h53min - Atualizada em 17/06/2021 às 07h53min

Ouro Branco: Câmara autoriza o governo socorrer a Turim com subsídios de R$ 300 mil anualmente '

A Empresa afirma ter tido perdas financeiras nos exercícios das atividades económicas durante a pandemia

JOTA B SILVA
J15MNEWS
Após 45 dias de análise os vereadores da cidade de Ouro Branco aprovaram Projeto de Lei nº 22/2021, que autoriza o Poder Executivo a abrir linha de créditos adicionais especiais no Orçamento Público com a finalidade de socorrer financeiramente a empresa Turim, o pedido do governo foi aprovado  em   sessão  da Câmara Municipal, no mês de junho.

De acordo com informações a Prefeitura de Ouro Branco enviou esse projeto de lei à Câmara, considerando as alegações da empresa que afirma ter tido perdas  financeiras nos exercícios das atividades econômicas durante a pandemia. O valor do déficit da Turim não foi divulgado.

Já o valor solicitado pela prefeitura foi de 900 mil Reais/ que seriam gastos anualmente pelo período de três anos, totalizando 2,7 milhões e setecentos no período.

O projeto sofreu emenda na câmara municipal e foi aprovado com as seguintes especificações:
  • O valor permitido do subsídio   foi fixado no valor de 300 mil Reais ano.
  • Ele pode ser concedido até enquanto durar a situação de calamidade.
Na contra proposta foi colocado que a empresa Turim deve garantir a normalidade das linhas e horários de atendimento à população, bem como a adoção de medidas de distanciamento e higienização nos coletivos.

Foi exigido que a Prefeitura contrate uma empresa de consultoria para atestar o valor real necessário para o subsídio. O nome da empresa responsável  pela consultoria ainda não foi divulgado pelo governo.

Por telefone o Procurador Jurídico do Município Dr; Alex Alvarenga, justifica o pedido da abertura de linha de crédito que visa socorrer a empresa prestadora do serviço de transporte público municipal.

Ouça agora !!

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

total_visits

views

total_views

A pandemia de covid-19 colocou o mundo diante de um dilema: com o número de casos explodindo e um estoque limitado de doses de vacinas, quem deve ser imunizado primeiro?

36.7%
63.3%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp