19/04/2021 às 05h45min - Atualizada em 19/04/2021 às 05h45min

Mais de 133 mil unidades de medicamentos para kit intubação chegam a Minas Gerais

Maior parte dos itens já foi entregue a instituições com estoques baixos

REDAÇÃO
AGÊNCIA MG

Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) recebeu, neste sábado (17/4), mais um quantitativo de medicamentos do kit intubação para atender, de forma emergencial, 20 hospitais que se encontram em níveis considerados críticos. A medida contempla instituições com estoques suficientes para três dias ou menos de cobertura.

As 133.215 unidades de fármacos são compostas por midazolam, propofol e besilato de cisatracúrio, itens essenciais à sedação dos pacientes. Parte dos medicamentos foi enviada pelo Ministério da Saúde (108.215 unidades) e também houve a aquisição, pelo Estado, de 25 mil unidades de midazolam.

Clique aqui e confira a relação das unidades hospitalares que receberão os medicamentos neste fim de semana.

 

A maior parte deste quantitativo já foi entregue às instituições de saúde, mas no início da semana que vem, a distribuição dos medicamentos continua, com a inclusão de outras instituições.

Estoque

A SES-MG ressalta que o estoque de sedativos utilizados na intubação do paciente de covid encontra-se em nível não recomendável para o enfrentamento da pandemia, mesmo com a chegada destes insumos. As unidades hospitalares, que antes trabalhavam com estoque de 60 dias ou mais, enfrentam dificuldades no abastecimento.

Para fazer frente a este cenário, Minas Gerais conta com a rede solidária da Saúde Pública, que permite o remanejamento de insumos entre as instituições que observam aumento no consumo destes medicamentos. O objetivo é atender os hospitais mais necessitados e com estoque mais baixos, a partir de unidades que detenham estoques mais estáveis, garantindo, de modo emergencial, a adequada assistência aos pacientes.

Confira a relação de medicamentos:

Midazolam - 70.650

Propofol - 19.865

Besilato de cisatracúrio - 17.700

Midazolam - 25.000 (compra pelo Estado)

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

total_visits

views

total_views

A pandemia de covid-19 colocou o mundo diante de um dilema: com o número de casos explodindo e um estoque limitado de doses de vacinas, quem deve ser imunizado primeiro?

36.6%
63.4%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp