30/01/2021 às 06h26min - Atualizada em 30/01/2021 às 06h26min

Sem distribuição igualitária de vacina, recuperação econômica será lenta, diz OMS

"A pandemia não vai acabar em lugar algum se ela não terminar no mundo todo".

REDAÇÃO
ESTADAO CONTEUDO
O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, afirmou nesta sexta-feira, 29, que uma das consequências graves da distribuição desigual de vacinas para a covid-19, com doses concentradas em países desenvolvidos, seria uma recuperação econômica lenta, à medida em que a crise sanitária também se estenderia.
 

"A pandemia não vai acabar em lugar algum se ela não terminar no mundo todo. Não podemos desperdiçar a oportunidade de acabá-la por meio das vacinas", disse Tedros, durante coletiva de imprensa da OMS nesta sexta-feira.

O dirigente da instituição também defendeu que governos distribuam corretamente as doses disponíveis enquanto os imunizantes forem "recursos limitados", priorizando os agentes de saúde que trabalham na linha de frente do combate à covid-19.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

total_visits

views

total_views

A pandemia de covid-19 colocou o mundo diante de um dilema: com o número de casos explodindo e um estoque limitado de doses de vacinas, quem deve ser imunizado primeiro?

36.7%
63.3%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp